5 coisas que não te contam sobre Portugal

Agora que você já sabe minhas primeiras impressões sobre Portugal, chegou a hora de conhecer algumas coisas que considero importante para levar em conta antes de tomar a decisão final de vir para cá. São coisas que raramente alguém te diz. Então, anota aí!

taking notes

1. Você não vai ficar ricx

Não preciso nem dizer que todo o dinheiro que você trouxer vale 4x menos. Ou seja, você pode até ter acumulado um bom pé de meia, porém, quando converter isso em euros (€), vai acabar sendo muito pouco. Falo por experiência própria.

poor

Depois é importante saber que os salários não são grande coisa por aqui. O salário mínimo, como já falei antes, é 600€ e o normal é uma variação entre 600-1000€, que quando você coloca na ponta do lápis não é lá muita coisa. Não se esqueça que você recebe em euros, contudo também gasta em euros. E as contas não são exatamente baratinhas. Só o aluguel já vai ser aquela diminuída drástica no que você ganha.

money taked away

Outro ponto: só porque você é a coca-cola mais gelada do Brasil não significa que vai chegar aqui e continuar no mesmo nível de cargo. Por mais experiência que você tenha é preciso ter em mente que está entrando num mercado novo, com alta competição (com muitos imigrantes bastante qualificados e algumas vagas exclusivas para portugueses) e que você não domina totalmente o idioma como pensa. Se você vem para estudar, pior ainda. Significa que você precisa de um part-time, um emprego de meio período, o que implica em salários ainda menores.

studies

Mas existe gente ganhando mega bem e ainda conseguindo fazer uma poupança legal? Sim. Contudo, são raras exceções. A maioria das pessoas que conheci que consegue mandar algum dinheiro para família que ficou no Brasil precisa ralar muito, em empregos puxados, por horas a fio. Ainda sim vale a pena? Para muita gente vale e para mim também. Você que precisa pesar o que é mais importante para você. Se seu objetivo é ficar cheio da grana da noite para o dia, por exemplo, está vindo para o país errado.

thinking

2. Todo mundo fuma e muito

Se você não curte cigarro prepare-se! O fumo (cigarro) é tão consumido quanto água por aqui. Para mim, foi um grande choque. A maioria dos meus amigos não fumam e os que fumam costumam o fazer somente nos fds, quando também bebem. Aqui não, toda gente fuma. Você vê de adolescente, ali pelos 13-14 anos, até idosos quase no fim da vida fumando. É tanto cigarro consumido que, por mais que a cidade seja limpa, existem bitucas no chão de todas as ruas, sem exceções.

cof cof cof

Para vocês terem um noção da dimensão que isso tem, sabe aquelas máquinas automáticas de lanches e bebidas que tem nos aeroportos do Brasil? Pois é, aqui elas estão dentro dos cafés, pastelarias (padarias) e pontos turísticos para compra de cigarro. E não existe uma vigilância muito grande de quem usa essas máquinas. É por isso que você vê uns meninos que nem tiraram o cheiro de leite das calças fumando na rua.

really

O mais chato é que, como é uma coisa normal para eles, toda gente fuma soprando a fumaça na sua cara. Eu fico todo tempo cobrindo meu nariz e boca ou zigzageando pela rua para evitar uma baforada na cara. E o pior é que fumam em todo lugar mesmo, até dentro do shopping tem uma área exclusiva (do lado de dentro) para fumantes. Nas discotecas (baladas), então, é que é uma grande chatice. Você sai para dançar e se divertir e chega doente de tanta fumaça, sem contar que vai precisar lavar o cabelo umas 3x para sair aquela inchaca!

zulivre

3. Não dá para parcelar

Isso mesmo que você leu. Esse negócio de “quero a brusinha, mas não tenho dinheiro agora, então vou parcelar em 12x” não existe aqui. Ou você paga na hora, em dinheiro vivo ou débito, ou você coloca no cartão para pagar no fim do mês, porém de uma vez só. As vendedoras nem perguntam se vai parcelar, porque essa opção não existe. Algumas poucas lojas de eletrônicos dividem se você tem o cartão da loja (o que implica ter também um contrato de trabalho e cartão de cidadão), no entanto não é o comum. O normal é você juntar para comprar ou só desistir de consumir mesmo.

so sad

Por sinal, não sei no resto de Portugal, entretanto em Guimarães muitos estabelecimentos nem aceitam o débito, só em dinheiro mesmo. Já aconteceu algumas muitas vezes deu terminar de comer algo e ter que ir correndo no multibanco (uma espécie de caixa 24h que serve para todos os bancos, é gratuito e está em todo lugar) para sacar dinheiro ou ia ficar com a conta pendurada.

oops

Agora isso tem dois lados. O ruim é que se você sonha com um liquidificador que está acima do seu orçamento (sim, esse exemplo é real), fica só no âmbito dos sonhos mesmo. O bom é que você não gasta mais do que ganha e nem fica endividado numa bola de neve de parcelamentos sem fim, como é o caso de muitos brasileiros, não é mesmo?

i agree

4. Os portugueses consumem MUITA cultura brasileira

A gente pode até chegar aqui sem entender quase nada do que os portugueses falam, porém eles compreendem tudo ou quase tudo do nosso linguajar (com exceção do meu vocabulário todo especial do meu país Ceará ❤). Como isso é possível? Eles consumem muita cultura br, muita mesmo. Eles estão em dia com as novelas, artistas, músicas, notícias e política. Eles leem sobre, escutam e gostam muito de conversar com você. Tem propaganda com famosos br nos outdoors, você praticamente só escuta funk e MPB nas rádios e baladinhas, bem como a Globo daqui é novela o dia inteiro, uma atrás da outra.

tv

Até sobre as regiões e estados do Brasil os portugueses conhecem, enquanto que nós sabemos pouco ou quase nada da cultura deles. Muita gente (eu inclusa) chega aqui e fica que nem cego em tiroteio, confuso para caramba. Vale dar uma pesquisada antes de vir e se informar mais para não chegar perdidx. Você pode jogar no google mesmo e estudar sobre a gastronomia, música, costumes e etc. É bom que você já chega sabendo o que vai encontrar. Uma dica: existe uma novela portuguesa que se passa no Brasil e em Guimarães (minha cidade fofa daqui). Chama-se: Valor da Vida e pode ser assistida online. #indico.

dica

Uma coisa boa, para quem curte ler, é dar uma conferida nos autores modernos portugueses. Os antigos e aclamados até quem não gosta de ler já deve conhecer (como José Saramago, Fernando Pessoa, Luís de Camões, Eça de Queiroz e Florbela Espanca), porém tem uma galera jovem (e não tão jovem assim) pontuando na lista dos mais vendidos que vale a pena ler. Saiba mais aqui!

reading

Outra dica é seguir youtubers portugueses. Assim você consume mais de um assunto que já gosta (como moda ou vídeo games por exemplo) e já vai se familiarizando com o jeito que eles falam por aqui, bem diferente do “brasileiro” que você está acostumado. Se você é do mundo da moda e curte dicas nesse âmbito, tenho já um canal para te indicar: o da Catarina Filipe. Mesmo que não seja muito sua praia, vale dar o play só para entender o que eu digo por “idioma diferente”.

curious

5. Portugal é um país pequeno

Para quem está acostumadx a passar horas no trânsito para ir de casa para o trabalho ou pegar 2-3 autocarros (ônibus) para chegar em algum lugar vai achar Portugal um ovo. Toda e qualquer sítio (local) é “bem ali”. O canto mais distante demora cerca de 3h de comboio (trem) para chegar, ou seja, é tudo pertinho porque o país em si é muito pequeno. Para se ter uma noção, Portugal tem 92.212 km², enquanto o Brasil tem 8.516.000 km².

what

Eu acho isso um fator super positivo. Além de ser possível ir para qualquer lugar a pé, você conhece a cidade rapidinho e, em pouco tempo, se acostuma com as ruas e sabe se desenrascar sozinhx. Também é um plus para quem quer conhecer o país. Você faz uma economizada e, em uma trip rápida, estilo mochilão, conhece várias cidades ou quem sabe faz um bate e volta: vai lá, passa o dia e volta para o conforto da sua caminha.

mochilando

Extra: O jeito do português é, digamos, diferente

É muito muito importante você chegar aqui sabendo que o português é direto e honesto. O que isso quer dizer, Scila? Significa que você vai passar por situações em que parece muito com grosseria, porém eles estão sendo apenas diretos com você. Não tem aquele “calor” e sensação de amizade que o br leva consigo a onde quer que vá.

anh

Por exemplo: eu sou uma pessoa MEGA indecisa, daí, uma vez numa pastelaria, fiquei na dúvida que doce pedir e pedi a opinião da menina que estava no balcão com “ah, não sei o que levar, o que você sugere?” e a resposta foi quase um nocaute: “Quem tem que saber é a senhora.”

punch

Portanto, já fique sabendo que você vai passar por situações assim e comece a preparar o psicológico para não levar para o lado pessoal e entender que é só o jeito deles mesmo. Ah, perguntas precisam ser diretas tá? Tipo, se quiser direções pergunte como chegar e não se a pessoa poderia dizer como chegar, porque é muito provável que você escute um “sim” e a pessoa siga sem lhe dar informações alguma, rs.

hihihi

Bom é isso, se vocês quiserem mais posts sobre Portugal ficarei bem feliz em fazer 😊. Apesar de estar aqui há apenas seis meses (como passou rápido gente 😮) eu me apaixonei por Guimarães e já me sinto “em casa”.

happy

Anúncios

7 comentários sobre “5 coisas que não te contam sobre Portugal

    1. Fico feliz que tenha gostado. Eu AMEI Porto, acho que é uma cidade que precisa ser visitada e lá, a praia de Matosinhos. Também acho que Fátima vale a pena pelas ondas gigantes. Muita gente fala de Serra da Estrela, mas acredito que bom mesmo mais no inverno.

      Curtir

    2. Em Guimarães, a parada obrigatória é o passeio combo Castelo + Paço dos Duques. O museu de arte contemporânea, a Plataforma das Artes, vale até só tirar foto por fora. Também um passeio pelo centro histórico, se tiver sol, pegar o bondinho para conhecer Penha e tomar um sorvete no Geladão.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s